Louvor Genuíno

Às Vezes, Jesus Deixa As Pessoas Irem Embora

Share on whatsapp
Compartilhe
Share on telegram
Compartilhe

Muitos dos nossos problemas em viver para Jesus derivam do problema básico de acharmos que podemos fazer isto. Presumimos que temos o poder. Então, começamos a tentar empurrar o camelo pelo fundo de uma agulha.
No entanto, entender a impossibilidade é o primeiro passo para a obediência.
Esta é a verdadeira liberdade do que significa ser um cristão: enfrentar a impossibilidade da minha própria obediência honestamente, o que me leva não ao desespero, mas ao Deus que é capaz de fazer todas as coisas.

O Homem Que Pensa Que Consegue

Marcos não nos fala muito sobre o indivíduo em Marcos 10.17; ele simplesmente nos apresenta “um homem”:
E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?”
O homem estava certo em algumas coisas.
Ele queria saber o que precisava fazer para fazer parte do grande reino de Deus. Era uma coisa boa que ele se importasse com o reino de Deus — ele podia ver que isso realmente importa. Deus está reunindo todas as coisas neste mundo sob o seu rei designado, Jesus. Este é o plano de Deus para o mundo, e aquele homem anônimo queria saber como entrar nele.
E era uma coisa boa que ele houvesse vindo a Jesus. Claramente ele entendia que havia algo sobre Jesus que é significativo.

O homem se importava com a coisa certa. Ele até foi ao lugar certo.
Mas ele entendeu uma coisa errada. Ele queria saber o que ele tinha que fazer. Ele tinha uma visão alta de sua própria habilidade, demasiada confiança em seu poder para obedecer.
Portanto, foi por aí que Jesus começou:
Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. (Mc 10.18–19)

Jesus aponta o homem para Deus como o padrão supremo do bem e depois começa a listar os mandamentos. O homem ficou completamente imperturbado:
Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. (Mc 10.20)
Ele trabalhava duro; seguia as regras; tentava fazer seu melhor. Tudo parecia bem.
Mas Jesus vê as coisas de maneira diferente.

gostou do artigo?

Share on facebook
Compartilhe
Share on twitter
Compartilhe
Share on whatsapp
Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *